Nosso Ano

Nosso Ano

Total de visualizações de página

terça-feira, 22 de setembro de 2009

A unidade torna Jesus conhecido


Escrituras:
Em favor deles eu me entrego completamente a ti. Faço isso para que, de fato, eles também sejam completamente teus.Não peço somente por eles, mas também em favor das pessoas que vão crer em mim por meio da mensagem deles. E peço que todos sejam um. E assim como tu, meu Pai, estás unido comigo, e eu estou unido contigo, que todos os que crerem também estejam unidos a nós para que o mundo creia que tu me enviaste. A natureza divina que tu me deste eu reparti com eles a fim de que possam ser um, assim como tu e eu somos um.
João 17:19-22

Observação:
Jesus fala do seu relacionamento intimo com o pai e do objetivo que eles tinham para o mundo utilizando os discípulos como instrumentos de manifestação da glória de Deus. Para tanto Jesus comenta no dialogo sobre a entrega total ao pai e que os discípulos deveriam seguir o mesmo exemplo entregando-se totalmente a Deus. Jesus ainda não está simplesmente visualizando o momento, mas está olhando para o futuro e garantindo em oração os valores nos que iriam crer no futuro também. Cristo faz uma intercessão para o futuro atingindo até os que ainda iriam receber o plano de Deus. O interessante é que as pessoas no futuro iriam crer através da mensagem dos discípulos. O senhor enfatiza a unidade tanto do pai e filho como dos discípulos entre si e com o pai também com um determinado fim que é para que o mundo creia que Jesus foi enviado pelo pai. Por fim Cristo reparte a natureza divina com os discípulos para que vivam em unidade como o exemplo de pai e filho, isso quer dizer que unidade entre discípulos somente vem de uma ação sobrenatural da parte de Deus e quando isso acontece Jesus torna-se conhecido.

Aplicação:
A unidade verdadeiramente vem da ação de Deus, o relacionamento dos humanos como todos nós depende inteiramente do toque poderoso de Deus nos conduzindo em direção da comunhão que revela Cristo ao mundo. Para conseguirmos nos relacionarmos como verdadeiros cristãos uns com os outros depende de nosso relacionamento intimo com o pai e de nossa fé em Jesus como enviado de Deus. Temos uma mensagem para proclamar e esta somente terá êxito se andarmos em comunhão com nossos irmãos. Andar junto é estar disposto a suportar e conviver com diferenças; é se despojar do eu e viver para outros importando-se com os interesses do próximo. Unidade e comunhão daqueles que servem a Jesus tem o poder de revelar a gloria de Deus ao mundo e para isso o próprio ego deve ser crucificado com Cristo. Preciso promover a unidade e a comunhão aceitando e convivendo com o próximo que está diante de mim para que o mundo conheça a gloria de Jesus.

Oração:
Meu Deus e pai quero com sua ajuda andar em unidade e comunhão, que Jesus seja visto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário